Anedotário velocipédico

4 Maio

Calino, provinciano, tem um filho a estudar no Porto. Desde que se meteu a socio do “Club Velocipedista do Porto” ficava horas esquecidas a comtemplar as elegantes machinas que alli se encontram.

Um dia resolve escrever á mãe pedindo-lhe 30 libras para comprar um velocípede, mas com a condição expressa de não mostrar a carta ao pae.

Por infelicidade a carta veio ás mãos d’este, que desanda uma descompostura tremenda no filho e lhe diz que nada lhe manda. Depois n’um ‘post scriptum’ diz:

Tua mãe manda-te as 30 libras que lhe pedes, mas isto sem eu saber.

Graçola retirada d’O Velocipedista (1893)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: